Gosto muito do friozinho. E esses dias em São Paulo está bem frio.

Realmente, pede um chocolate quente, uma sopinha, um caldo, fundue ,  muitas blusas, casacos, cachecois, muitos acessórios para esquentar e claro, uma caminha bem quentinha com um cobertor bem macio.

Mas, sinceramente, acho que pede também para prestarmos mais atenção ao nosso redor. Com certeza, veremos uma situação bem caótica…. muitas pessoas não têm roupas quentinhas, um comidinha bem gostosa, um cobertor ou edredon.

Sei que não podemos contribuir para que os moradores de ruas se acomodem mais ainda com a mediocridade de viver na rua.  Entretanto, quantas roupas velhas, sapatos antigos vamos deixando dentro do ármario?

E não é apenas os moradores de ruas, existem algumas comunidades carentes, que moram em barracos. E nesse tempo é bem difícil. Têm muitas frestas e o vento da madrugada é  terrível.

Hoje passando pela rua, vi uma criança, coberta com um pano sujo. Não sei vocês, mas, meu coração fica apertadinho, sinto até uma dor. Não é dó, mas, compaixão. Sei que não posso mudar o mundo, tirar as pessoas das ruas, das drogas, mas, quero ajudar pelo menos um pouco.

Portanto, estou organizando um sopão para uma comunidade que fica na Rua Alba, próximo ao metrô Jabaquara e da Av. Santa Catarina. É bem conhecida.  A data será definida nesse domingo, mas, já adianto que será começo de agosto.

Além disso, estou arrecadando roupas masculinas para doar para os moradores de rua, que geralmente dormem no albergue em Santo Amaro, próximo ao Shopping Boa Vista, na Rua Carlos Gomes. Infelizmente, alguns dormem na frente do albergue, pois não conseguem entrar.  (A data também está prevista para agosto).

Em outros post falo mais sobre esses dois eventos sociais.

Caso você esteja interessado em ajudar entre em contato (jornalista.anamendes@gmail.com) ou por comentário aqui no blog mesmo.

Aproveite esse friozinho para fazer o bem.

AM

Anúncios